Miércoles, 12 de Diciembre de 2018

‘A seta do tempo é para a frente’

BrasilO Globo, Brasil 12 de diciembre de 2018

Ao falar sobre o tsunami conservador, Gilberto Gil foi otimista, ontem, na Festa Literária das ...

Ao falar sobre o tsunami conservador, Gilberto Gil foi otimista, ontem, na Festa Literária das Periferias (Flup), no Rio. "A seta do futuro e do tempo é para a frente, não para trás. E isso não vem sem atritos, luta, sacrifícios e até retrocessos. A vida é assim: dois passos para frente, um para trás. Às vezes, dois para frente e três para trás".
A cantora trans Liniker, que dividiu a mesa com Gil, mostrou preocupação: "Por mais que eu tenha o privilégio de ter este microfone como forma de poder, estou exposta num lugar em que esse governo que entrou não legitima a minha existência".
Faz sentido.