Sábado, 23 de Marzo de 2019

Mercado em expansão muito além da carne

BrasilO Globo, Brasil 23 de marzo de 2019

O mercado halal, de produtos que respeitam as regras muçulmanas, movimenta atualmente US$ 2,006 ...

O mercado halal, de produtos que respeitam as regras muçulmanas, movimenta atualmente US$ 2,006 trilhões no mundo e deve superar os US$ 3 trilhões em 2022. O consumo medido em dólares da população muçulmana, de 1,8 bilhão de pessoas, só fica atrás dos mercados americano e chinês. Países como Malásia e Indonésia são hoje centros de excelência para produtos halal, mas o Brasil tem um enorme potencial de crescimento para exportar esses produtos, afirma Ali Hussein El Zoghbi, vice-presidente da Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras), entidade que certifica empresas para a produção halal.
" O mercado muçulmano é muito fiel. Por exemplo, durante as investigações da operação Carne Fraca, que apontou problemas em alguns frigoríficos brasileiros, os muçulmanos pediram informações, fizeram ressalvas, mas não paralisaram as compras " explica El Zoghbi.
conceito ético e moral
O Brasil é o maior exportador de carne halal do mundo, e empresas como JBS, BRF, Marfrig e Minerva possuem unidades produtoras certificadas. Mas esse mercado não está restrito apenas a bovinos e aves. Há pelo menos 135 empresas certificadas para produzir produtos halal industrializados no país. Oito indústrias brasileiras já exportam açaí halal para Ásia e Estados Unidos; açúcar orgânico para Japão, Coreia do Sul e Estados Unidos e até pão de queijo halal.
" Há cosméticos e fármacos halal, e cada vez mais empresas brasileiras nos procuram para certificar suas fábricas e iniciar a exportação para países muçulmanos. O mercado hahal é um dos segmentos de mercado mais lucrativos do mundo " diz Dib Ahmad El Tarrass, gestor da divisão halal da Fambras.
Para os muçulmanos, o halal significa um produto "lícito" para consumo, segundo o Alcorão, produzido sem contaminação, vestígios de álcool ou da carne de porco.
" Halal é a base de um conceito ético e moral de ações lícitas, na alimentação, na Justiça, na conduta social, nas vestimentas. Halal significa lícito, permitido e ordenado por Deus " comenta El Zoghbi.
É semelhante ao que acontece com os alimentos no judaísmo, em que a preparação kosher também trata os alimentos conforme os preceitos religiosos. Kosher quer dizer "adequado" em hebraico. O abate do animal também deve ser feito por um praticante do judaísmo, sem sofrimento, e todo o sangue deve ser extraído. Assim como na religião muçulmana, no judaísmo é proibido o consumo de porco. Assim, comer um alimento que seja halal ou kosher significa seguir os mandamentos religiosos conforme são ensinados, já que as formas de abate e preparação seguem as leis dessas religiões. (João Sorima Neto)