Viernes, 06 de Diciembre de 2019

Cbs e viacom anunciam fusão em acordo de us$ 11,7 bi

BrasilO Globo, Brasil 6 de diciembre de 2019

A CBS e a Viacom fecharam ontem acordo para uma fusão de US$ 11,7 bilhões depois de anos de idas e ...

A CBS e a Viacom fecharam ontem acordo para uma fusão de US$ 11,7 bilhões depois de anos de idas e vindas na tentativa de se reunirem, após uma separação em 2006. A empresa resultante se chamará ViacomCBS. Juntas, as receitas das duas empresas vão somar US$ 28 bilhões.
A fusão, baseada totalmente em ações, combina a rede de televisão com maiores índices de audiência nos EUA com a dona dos estúdios de cinema Paramount e de canais de TV como MTV e Nickelodeon. Houve uma maratona de negociações recentemente para acertar o valor final do acordo entre os dois lados.
As ações da CBS fecharam em alta de 1,4%, a US$ 48,70, enquanto as da Viacom subiram 2,4%, a US$ 29,21.
Shari Redstone, cuja família controla as duas empresas, se tornará presidente do conselho da nova companhia, a ViacomCBS. Ela vai presidir o império de mídia originalmente constituído pelo pai dela, o magnata de TV e cinema Sumner Redstone, que tem 96 anos e a saúde abalada. O diretor executivo da Viacom, Bob Bakish, ocupará o mesmo cargo na ViacomCBS.
" (A fusão) cria uma verdadeira usina de mídia " disse Bakish.
Joe Ianniello, atual chefe da CBS, cuidará da rede de TV no novo negócio. Ele assumiu o comando no ano passado após alegações de assédio sexual atingirem o antigo diretor Les Moonves. O contrato de Ianniello vai até 2021, segundo um executivo da Viacom.
Com o setor de mídia cada vez mais consolidado, a transação dará à ViacomCBS maior peso ao negociar contratos com distribuidores de TV paga. Também ajudará a companhia a pulverizar custos de aquisição de conteúdo, como direitos de eventos esportivos.
Os acionistas da CBS terão fatia de 61% da nova empresa, e o restante irá para os investidores da Viacom. Cada papel da Viacom será convertido em 0,59625 de ação da CBS.
A CBS terá seis assentos na diretoria de 13 membros, e a Viacom, quatro. Outros dois irão para a empresa de investimentos da família Redstone, a National Amusements.