Sábado, 15 de Agosto de 2020

Regina duarte na onu

BrasilO Globo, Brasil 14 de agosto de 2020

A atriz Regina Duarte deve morrer de arrependimento do dia em que aceitou assumir, mesmo que ...

A atriz Regina Duarte deve morrer de arrependimento do dia em que aceitou assumir, mesmo que vapt-vupt, a Secretaria de Cultura de Bolsonaro. Ela até conseguiu se livrar na Justiça, por enquanto, da acusação de fazer, numa entrevista na CNN Brasil (foto), apologia à tortura. A ação foi movida por Lygia Jobim, filha de José Jobim, assassinado enquanto investigava a corrupção na construção da Usina de Itaipu.
Mas o advogado Carlos Nicodemos, que representa Lygia, decidiu, então, recorrer a organismos internacionais, como a OEA, e ao relator da ONU sobre Memória e Verdade.
Ninguém escapa do delivery
O nosso querido Bar Luiz, o charmoso restaurante da Rua da Carioca, aderiu pela primeira vez em 133 anos ao serviço de delivery.
O papel da imprensa
As fake news e como elas podem acabar comprometendo o processo democrático estão entre os assuntos tratados pelo coleguinha Ricardo Gandour, diretor de jornalismo da rádio CBN, no livro "Jornalismo em retração, poder em expansão - A segunda morte da opinião pública" (Summus Editorial), que será lançado em agosto.
Na obra, ele mapeia a situação atual do jornalismo.
Máscaras biodegradáveis
Pesquisadores da Coppe/UFRJ, Inmetro e PUC-RJ estão desenvolvendo um tecido antiviral para a produção de máscaras mais seguras de proteção à Covid-19. Além de ser um poderoso filtro contra o coronavírus, ele é biodegradável e mais confortável.
A proposta é disponibilizar a tecnologia, sem custo, para a produção de máscaras em escala industrial com valores acessíveis à população.