Domingo, 21 de Julio de 2019

Odebrecht tenta acordo para evitar recuperação judicial

BrasilO Globo, Brasil 21 de julio de 2019

A Odebrecht acelerou as negociações com bancos credores para evitar uma recuperação judicial ...

A Odebrecht acelerou as negociações com bancos credores para evitar uma recuperação judicial depois que a Caixa Econômica Federal começou a executar garantias de dívidas atrasadas da construtora.
Uma fonte próxima às negociações explica que a Caixa vem pressionando a Odebrecht porque, diferentemente dos demais bancos credores " como Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e BNDES " não tem como garantia as ações da Braskem, petroquímica controlada pelo grupo. A Caixa estaria exigindo o mesmo tipo de garantia numa renegociação.
A Caixa decidiu aumentar a pressão sobre a Odebrecht depois que a Atvos, braço sucroalooleiro do grupo, entrou com pedido de recuperação judicial no fim de maio.
Embora as negociações com os bancos estejam em andamento, advogados da holding já estão finalizando um plano de recuperação judicial para o grupo. A dívida total chega a R$ 80 bilhões, mas nem todo esse valor entraria no pedido. Se as conversas com os bancos não chegarem a um bom termo, caberá ao Conselho de Administração da empresa decidir pela recuperação.
As chances de uma recuperação judicial da Odebrecht aumentaram depois do fracasso da venda da Braskem para a holandesa LyondellBasell, o que desvalorizou as garantias de parte dos credores.
Procuradas, Caixa e Odebrecht não quiseram comentar.