Domingo, 20 de Septiembre de 2020

Pneus ajudam verstappen a desbancar mercedes

BrasilO Globo, Brasil 20 de septiembre de 2020

O holandês Max Verstappen venceu o Grande Prêmio do 70º aniversário da Fórmula 1, ontem, em ...

O holandês Max Verstappen venceu o Grande Prêmio do 70º aniversário da Fórmula 1, ontem, em Silverstone (Inglaterra). O piloto da Red Bull chegou à frente de Lewis Hamilton, da Mercedes, graças a uma melhor estratégia de gerenciamento de pneus.
Esta é a primeira vez desde o início da temporada 2020 que a Mercedes é derrotada, embora Hamilton tenha mantido a liderança do campeonato à frente de Verstappen e do companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, que terminou a corrida em terceiro lugar, completando o pódio.
" Eu não esperava, mas depois da primeira passagem parecia que estávamos muito bem com os pneus. Tivemos muito ritmo no carro. Continuamos pressionando. Tivemos um grande dia, tivemos a estratégia certa. Tentei colocar pressão nas Mercedes e eles tiveram de parar " disse o holandês, de 22 anos, que conquistou a nona vitória de sua carreira na F1, terminando mais de 11 segundos à frente do hexacampeão Hamilton.
Recorde de Schumi
O britânico, por sua vez, ultrapassou o companheiro Valtteri Bottas no fim da corrida, assumindo o segundo lugar. Assim, se mantém 30 pontos à frente na classificação. Hamilton, que ganhou um ponto extra pela volta mais rápida, também igualou o recorde de Michael Schumacher, com 155 pódios na carreira.
Apesar da frustração com o resultado, o piloto da Mercedes parabenizou a conquista de Verstappen, que aquece ainda mais a disputa do campeonato mundial.
" Parabéns à RBR e ao Max. Eles não tiveram os problemas de bolhas nos pneus como nós. Foi inesperado, mas estou certo de que o time vai trabalhar nesses problemas. No fim, eu estava pilotando com metade do pneu " disse Hamilton
Bottas caiu para o terceiro lugar geral com 73 pontos, depois de largar na pole position em uma corrida realizada novamente sem espectadores devido à pandemia de Covid-19.
A Mercedes havia vencido as quatro corridas anteriores e conseguido todas as poles, mas Verstappen era o único entre os dez primeiros do grid a largar com pneus duros "e valeu a pena.
Em um dia quente e com muito vento em Silvestone, a corrida teve as paradas como protagonistas. Prova de que a equipe austríaca seguiu uma estratégia melhor, o engenheiro da Red Bull de acompanhou Verstappen no pódio para receber o troféu de construtor vencedor.
Parada única
Charles Leclerc, da Ferrari, conquistou o quarto lugar após uma única parada para troca de pneus, enquanto os três primeiros colocados foram aos boxes duas vezes. Isso lhe permitiu compensar a atual falta de competitividade da escuderia , enquanto seu companheiro, Sebastian Vettel, chegou em 12º.
Alexander Albon, da Red Bull, foi o quinto, à frente dos pilotos da Racing Point Lance Stroll e o substituto Nico Hulkenberg. O francês Esteban Ocon (Renault) chegou em oitavo, com Lando Norris (McLaren) em nono e o russo Daniil Kvyat (AlphaTauri) conquistando o ponto final.
A próxima corrida é o Grande Prêmio da Espanha em Montmeló (Barcelona), no próximo fim de semana.